sábado, 9 de agosto de 2014

Amar ou não amar

Postado por Mrysol Monick às 12:34
Reações: 
Amar é estar se colocando
na prisão com inocência
É fazer da vida uma brincadeira
E dos sonhos uma armadilha

Não amar é como viver sem
a música e a arte
É não ter sentido sorrir
e passar noites na solidão..


2 comentários:

Diêgo Borges de Oliveira on 17 de agosto de 2014 10:27 disse...

Oi, Mrysol!
Lindo poema! O amor é assim, um grande paradoxo. Quem ama, está preso nas armadilhas do amor. Que não ama, simplesmente não consegue desfrutar da liberdade da vida...
Parabéns!!

Abraços,
Diego.

pecasdeoito.blogspot.com.br

Diêgo Borges de Oliveira on 17 de agosto de 2014 10:28 disse...

Oi, Mrysol!
Lindo poema! O amor é assim, um grande paradoxo. Quem ama, está preso nas armadilhas do amor. Que não ama, simplesmente não consegue desfrutar da liberdade da vida...
Parabéns!!

Abraços,
Diego.

pecasdeoito.blogspot.com.br

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário.
Fico muito feliz ^^

 

Pequena Poeta Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos